Segurança Infantil – Conselhos para evitar acidentes

Os acidentes são uma das principais causas de morte infantil,  nos primeiros anos de vida.
Como sabemos, as crianças são naturalmente propensas a acidentes, pois não têm ainda a noção de perigo tão desenvolvida como num adulto e dificilmente conseguem avaliar os riscos inerentes a certas situações. Para que os acidentes sejam evitados, os pais deverão adoptar medidas extra de segurança.

A maioria dos acidentes acontecem em casa e basta um pequeno descuido para que aconteça. As quedas são as principais causas de acidentes domésticos envolvendo crianças. Seguem-se as queimaduras, cortes e intoxicações.evitar acidentes crianças

As crianças devem ser alertadas para os perigos desde muito pequenas, de forma a que entendam que determinado comportamento pode gerar determinado risco. As crianças devem adquirir desde cedo a noção de perigo e para que isso aconteça os pais devem dar o exemplo, já que as crianças tendem a imitar os comportamentos dos pais.

Siga rigorosamente os seguintes conselhos:

Quedas e cortes

  • Nunca deixe um bebé sozinho em cima de uma cama, sofá, mesa, móvel muda fraldas, etc. Um segundo pode ser tempo suficiente para o bebé cair;
  • Proteja as escadas com cancelas;
  • Proteja as varandas, de forma a que a criança não consiga sequer espreitar para a rua;
  • Na cozinha, tenha o cuidado de colocar as facas e objectos cortantes em gavetas e prateleiras altas, onde a criança não consiga chegar;
  • Proteja os cantos das mesas e móveis;
  • Se vai fazer algo que exija mais a sua concentração, opte por colocar a criança na cama de grades ou parque;
  • Tenha especial cuidado com os andarilhos e aranhas.

Queimaduras

  • Verifique sempre a temperatura da água do banho.
  • Verifique sempre a temperatura do leite (ou chá) antes de dar ao bebé (deite umas pinguinhas de leite nas costas da mão ou pulso);
  • Verifique a temperatura da sopa/papa antes de dar ao bebé;
  • Não cozinhe com o bebé ao colo;
  • Não beba bebidas quentes com o bebé ao colo;
  • Vire sempre os cabos dos tachos/frigideiras para dentro;
  • Não passe a ferro com o bebé ao colo e nunca deixar o ferro ligado ao alcance das crianças;
  • Ter atenção quando forno estiver quente;
  • Não deixe as crianças na cozinha sem vigilância.

Asfixia

  • Evite colocar fios à volta do pescoço do bebé, ou correntes para chucha demasiado grandes;
  • Deite o bebé de costas;
  • Tenha atenção ao tamanho dos brinquedos e às peças que os constituem. Os brinquedos devem ser grandes o suficiente de forma a que não possam ser engolidos;
  • Nunca deixe a criança brincar com pequenos objectos (botões, moedas, etc) nem sacos de plástico;
  • Evite usar almofadas na cama do bebé;
  • Evite colocar demasiada roupa de cama (mantas, edredon, etc) na cama do bebé, opte pelos sacos de dormir ou ninhos.

Intoxicação

  • Medicamentos, detergentes e outros produtos potencialmente tóxicos, devem ser colocados longe dos alimentos e em prateleiras altas ou fechados à chave;
  • Quando comprar detergentes e produtos tóxicos, opte pelos que têm tampa de segurança;
  • Nunca coloque produtos tóxicos em garrafas de água ou outras (as crianças podem pensar que é água/sumo/etc e beber). Os detergentes e produtos tóxicos devem ser mantidos nas embalagens originais;
  • Confirme sempre as doses dos medicamentos antes de administrar à criança.

Afogamento

  •  O bebé nunca deve ser deixado sozinho na banheira. Dois dedos de água e alguns segundos são suficientes para que aconteça um afogamento;
  • Nunca deixe as crianças perto (ou dentro) da piscina. As piscinas devem também estar protegidas com vedações adequadas;
  • Quando as crianças maiores estiverem na água (piscina ou praia) coloque sempre as braçadeiras e mantenha vigilância;
  • Nunca deixe baldes ou outros grandes recipientes cheios de água.

 

Veja aqui os contactos úteis em caso de acidente.